Brian Birdwell

Naquele momento, percebi que estava numa sala de emergência, e todas as coisas que eu fizesse ali poderiam ser meus atos finais.

Comentários

História

Num minuto ele estava visitando o banheiro no corredor de seu escritório no Pentágono. No minuto seguinte, mais de 60% de seu corpo foi queimado devido a uma explosão alheia e os incêndios resultantes. Esse foi o inferno desencadeado sobre o tenente-coronel, Brian Birdwell, em 11 de Setembro de 2001  (9/11).

Ele ainda não sabia que o jato 757 de passageiros tinha sido sequestrado por terroristas e lançado sobre o lado do seu edifício. Nem que ele foi um dos poucos sobreviventes do seu setor de escritório do Pentágono. Tampouco os níveis de dor e agonia associadas como resultado de sua recuperação.  Isso tudo estava por vir.

O que ele descobriu foi que Deus tinha planos para ele sobreviver naquele dia e, eventualmente, levá-lo a tornar-se senador do Estado de Texas. A jornada, ele relembra, é um lembrete tenebroso da profundidade do trauma que somente Deus pode curar.

 

View Full Story